Skip to content

Feliz 2013!

January 1, 2013

Feliz 2013 a todos que passam por aqui em busca de alguma informação relevante, ou mesmo pra passar o tempo. Obrigado pelas visitas, e tenham todos um ótimo ano!

O ano de 2013 tem pinta que vai ser bom. Dará sequência a um 2012 que musicalmente esteve em fase de incubação, mas foi muito importante pelo amadurecimento de idéias e por tomar coragem para me aventurar em novas áreas, como o canto.

Alguns planos nas esferas musical e profissional estão engatilhados, prontos para entrarem em ação neste ano. À medida que forem tomando forma, divulgarei por aqui.

2013 também marca datas legais pra mim. Neste ano completam 20 anos (sim, vinte anos!) que eu comprei minha primeira guitarra. Eu tinha 14 anos, e já sabia tocar violão há uns anos. Tocava na guitarra de um amigo, uma Golden Les Paul. Porém, minha família não concordava que eu tocasse guitarra, e disseram que nunca me dariam uma. Se eu quisesse, que comprasse com meu dinheiro, quando o tivesse. Pois bem, assim que comecei trabalhar, cursando SENAI em Santo André, comprei minha tão sonhada guitarra.

Era uma época que não existia informação como temos hoje, claro. A gente ficava conhecendo os modelos de guitarra disponíveis no Brasil pelas revistinhas de cifras. Decidi, pelas fotos P/B das revistinhas, que compraria uma Dolphin. Sei lá por que, uma vez que meu ídolo na guitarra naquele momento era o Slash. Mas enfim, comprei uma DOLPHIN FLY. Era uma superstrat cor vinho sparkle (ou seja, purpurinada), com tremolo floyd rose licensed e todo o hardware dourado. Até hoje eu me pergunto por que esta guitarra. Usava encordoamento .008 ou .009. Como eu não tinha amplificador, ligava no aparelho de som de casa, às vezes plugada direto, às vezes com um pedal de overdrive Oliver emprestado. Mais à frente plugava em uma Zoom 9002, mas é outra história…

Com ela aprendi usar power chords e drive/distorção. Arranhei alguns solos, mas não entendia por que não saía igual o Slash, mesmo eu lendo as tablaturas na revista. Mais tarde acabei entendendo, pois descobri o que eram bends. Posso dizer que minha vida mudou completamente.

Fiquei com esta guitarra até meados de 1995. Vendi quando minha família se mudou para Minas Gerais, e eu achei que nunca mais tocaria guitarra novamente. Acho que me enganei.

Valeu!

Ao som de Guns n’ Roses – Ain’t it Fun

Advertisements
2 Comments leave one →
  1. January 2, 2013 12:13 am

    E que bom que se enganou \m/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: